segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Conselhos de políticas públicas. Domínio dos esquerdopatas. Inicio do aparelhamento do Estado

Nildo Lima Santos. Consultor em Administração Pública

O aparelhamento dos conselhos de políticas públicas pelos esquerdistas e, em especial, pelo PT, surgiu, efetivamente, bem antes do acesso dos esquerdistas aos cargos políticos de comando nos Poderes Executivos e Legislativo e com a cumplicidade de muitos representantes da Igreja Católica e do Ministério Público por este País afora; os quais, na maioria, tinham e ainda têm, entendimentos equivocados sobre as funções de tais conselhos, achando-os que devem ser, necessáriamente, antagônicos aos interesses e objetivos da Administração Pública, quando essa está sob o comando de quem não têm os prerequisitos populistas apregoados como necessários para o que - na visão deles - é o politicamente correto !!! Não entendem que os Conselhos de Políticas Públicas integram a organização do Estado ao qual se vinculam diretamente. Os Conselhos de Políticas Públicas, em especial os da Criança e do Adolescente e os Conselhos Tutelares, foram as portas abertas para o aparelhamento do Estado pelos partidos de esquerda que destruíram o Brasil. 

Isso posto, é forçoso ser reconhecido que, os Conselhos de Políticas Públicas transformaram-se mais em meros departamentos de determinados partidos políticos e menos em orientadores e traçadores de diretrizes políticas gerais - em tese - para a sociedade, quando considerados os presupostos básicos da gestão pública no cumprimento da legalidade, da razoabilidade e da supremacia do interesse público.  
Postar um comentário