Estado Livre

Minha foto

Bacharel em Administração Pública pela Universidade Católica de Brasília e FACAPE/PE, consultor em administração pública e, em desenvolvimento organizacional, com 46 anos de experiência na área pública iniciada no Exército e, que continuo em toda extensão da vida civil. Responsável por relevantes trabalhos em importância e quantidade, na área de formação e relacionadas ao desenvolvimento da administração pública e das organizações civis; dentre os quais: implantação de entes públicos, reformas administrativas e institucionais, incluindo implantação de município recém-emancipado, planos de carreira, regime jurídico dos servidores, concursos públicos, códigos tributários municipais, defesas de contas públicas, audiências públicas, controle interno, normas de posturas e ambientais, etc. Com a atuação ativa na área da filantropia e das organizações sociais. Com passagens e atuação no Rio de Janeiro, Brasília, Bahia e Pernambuco, onde, inclusive, fixou residência.      

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Corrupção ativa e passiva. Característica do sistema político brasileiro. Política exercida por famílias em proveito próprio. Sociedade refém e contaminada.



* Nildo Lima Santos

Crime que, no sistema político brasileiro, já nasce com a decisão do candidato de ser político para ganhar a eleição. Essa é a grande verdade que condiciona o cidadão comum - eleitor - a ser cúmplice da corrupção, já que, o eleitor pensa com a barriga, com as possíveis vantagens que poderá tê-las, inclusive, as de emprego direto na Administração Pública. Sistema este que não possibilita nenhuma probabilidade de mudança de comportamento que seja aceitável e/ou razoável para o desenvolvimento humano socialmente sustentável, na ética e bons costumes. A realidade, de tal sistema, não nos permite negar que o cidadão candidata-se para crescer materialmente e não como cidadão, na obrigação de prestar os bons serviços à sociedade e à pátria. Destarte, por força das chantagens que imperam em um Estado corrupto, o cidadão de bem passa a ser contaminado pela praga da corrupção que é uma grave endemia cuja vacina é ceder para que este permaneça vivo sem as graves consequências das perseguições pelos agentes públicos (Corruptos Passivos) aos cidadãos de bem. Especialmente as empresas e grandes corporações (Corruptos Ativos) que dependem da burocracia do Estado no poder que este tem das Concessões e Permissões - em todos os sentidos. Portanto, os mais achacados !!! Essa, com certeza, foi a grande diferença dos governos militares para os governos desta época da falsa democracia reconhecida nos mesmos elementos - indivíduos - originários de famílias, tradicionais, que sempre viveram e cresceram, especialmente patrimonialmente, na política e nas oportunidades que esta lhes ofereceu. A política dos parentes: de pai pra filhos, de filhos para pais, de espôso para espôsas e, vice-versa, atravessando gerações e mais gerações e, o resultado é isto que estamos vivendo nesta Nação que não enobrece a nenhum patriota e cidadão que tenha noção do que deverá ser justo e perfeito na sociedade humana.

* Consultor em Administração Pública. Pós graduado em políticas públicas.
Postar um comentário